Chatbots: O que são, como funcionam e ferramentas para criar o seu

Há pouco mais de um ano, Mark Zuckerberg lançou uma plataforma de Messenger para que programadores pudessem desenvolver produtos em cima da nova API que o Facebook liberou para a comunidade de desenvolvedores.

Passou-se o tempo, li um pouco, porém, pela falta de disseminação de conteúdo sobre essa plataforma, ainda acreditava que ela era restrita a um universo de desenvolvedores e pessoas que entendiam de programação, então não acompanhei mais nada. Continuei apenas vendo algumas soluções interessantes que eram lançadas por aí, como cases e assistentes virtuais (inclusive até um Tinder via Messenger foi lançado).

Então no começo desse ano esse assunto surgiu novamente para mim e de uma forma que me abriu a cabeça sobre as possibilidades de se utilizar essa plataforma.

Em algumas buscas e leituras acabei descobrindo os chatbots, que são nada menos que robôs que através de inteligência artificial conseguem ter uma linguagem humana e auxiliar os usuários, essas assistentes começaram com a Siri, Cortana, Google Now e foram evoluindo e se tornando cada vez mais acessíveis para se criar sua própria assistente.

O que são os Chatbots?

Robôs de conversação.

Bem, vamos nos aprofundar um pouco mais sobre o que são esses tais de chatbots e para iniciar vou trazer o que a Wikipedia trás sobre o assunto:

é um programa de computador que tenta simular um ser humano na conversação com as pessoas. O objetivo é responder as perguntas de tal forma que as pessoas tenham a impressão de estar conversando com outra pessoa e não com um programa de computador. Após o envio de perguntas em linguagem natural, o programa consulta uma base de conhecimento e em seguida fornece uma resposta que tenta imitar o comportamento humano.

Chatterbot – Wikipedia

Mas afinal, o que isso significa?
Através de algorítimos que simulam como os humanos aprendem esses códigos tem como objetivo auxiliar seus usuários a resolver os mais diversos problemas, desde como receber ofertas da suas empresas preferidas até mesmo auxiliar pessoas com os seus remédios.

Revolucionário? Disruptivo? Inovador? NOVIDADE? Nem tanto, você já devem ter conversado com alguns chatbots na internet, mas talvez não o conhecia por esse nome.

Quem nunca conversou com o Robô Ed, o robô da Petrobrás que surgiu em meados dos anos 2000, onde seu objetivo era conversar com as pessoas sobre a preservação do meio ambiente. Ou até mesmo o SmarterChild, um robô que você adicionava no MSN e podia ter longas conversas sobre os mais variados temas.

Como funcionam os Chatbots?

A maioria dos robôs de conversação funcionam através de Intenções e Entidades, as intenções como o nome diz é o que o usuário está buscando através daquela pergunta, como por exemplo “Você poderia entregar uma pizza na minha casa?”, nesta pergunta a intenção é solicitar a entrega de uma pizza na sua residência, porém existem outras informações que o robô (e você) precisa saber para poder preparar e entregar a pizza, essas outras informações são as entidades, que neste caso poderiam ser: Endereço de entrega, Sabores da Pizza, Tipo de Massa, Com borda recheada ou não, Sabor da Borda e Bebida de Acompanhamento, Forma de Pagemento, e por ai vai…

Então, é assim que você cadastra as possíveis frases de intenção. Seguindo neste exemplo de pizzaria, aqui estão alguns modelos:

  • Gostaria de pedir uma pizza;
  • Queria pedir uma pizza;
  • Vocês poderiam entregar uma pizza…

Enfim, as frases para ativar essa intenção podem ser muitas, inclusive mais complexas e até mesmo inserindo as Entidades na pergunta, como por exemplo:

Gostaria de pedir uma pizza de Frango com Catupiry, na Rua 1º de Maio, sem borda.

Notem que a frase acima possui a intenção de pedir a Pizza, assim como também encontrarmos 3 Entidades: o sabor da pizza, endereço de entrega e a opção sem borda. Dependendo da configuração feita, o robô pode continuar está conversa perguntando se gostaria de uma bebida pra acompanhar, qual a forma de pagamento e outra perguntas importantes para gerar o pedido do cliente, para que no final o robô envie para a cozinha (e logística) do restaurante o pedido completo.

Por que ter um Chatbot?

Existem diversos pontos para convencer uma empresa a ter um programa que faça esse atendimento personalizado e direto com o seus clientes, então resolvi listar alguns pontos.

Economia de tempo

Quanto tempo você utiliza atualmente respondendo mensagens repetidas em mensagens diretas com seus clientes? Agora imagine que a sua empresa possui um robô que responde desde as dúvidas mais comuns do seus clientes (e potenciais clientes), assim como também gera pedidos prontos para a sua equipe.

Agora, também levando em consideração o tempo que o cliente fica aguardando uma resposta sobre muitas vezes dúvidas comuns, pense que em apenas alguns segundos um programa poderia responder de forma humanizada, personalizada e direta esse consumidor.

Atendimento personalizado

Por ser um canal de comunicação direto com o consumidor, este atendimento se torna mais pessoal e personalizado, fazendo com que o usuário sinta-se mais confortável em realizar um negócio com a sua empresa do que com a empresa que oferece apenas o atendimento via e-mail.

Sem necessidade de ter um App

Cada vez mais os clientes reclamam da falta de espaço na memória de seus celulares por conta dos mais diversos aplicativos, neste caso muitos desses aplicativos podem ser substituídos por Chatbots. Pense como um usuário, você prefere ter vários aplicativos para vários restaurantes ou fazer o pedido enviando mensagens para o seu restaurante preferido?

As possibilidades com os chatbots são as mais variadas, assim como os seus argumentos para você e sua empresa investirem na implementação de robôs para os atendimentos.

Como faço para ter o meu Chatbot

Existem inúmeras formas de ter hoje mesmo um chatbot funcionando para a sua empresa, porém, isso vai depender das funções que você quer que seu robô desempenhe e até do formato e tamanho da sua empresa. Então, para isso vou listar algumas das ferramentas que já utilizei e pesquisei para a criação desses robôs.

Ferramentas para criar seu Chatbot

Existem diversas ferramentas que permitem criar o seu próprio assistente, algumas que exigem um certo nível de conhecimento em programação e outras que você pode criar através simples organogramas.

ChatFuel – Grátis

Site: http://chatfuel.com

Motion.ai – Grátis

É possível criar dois robôs com até 1.000 mensagens por mês gratuitamente. Após isso, os planos iniciam em $15 com direito a até 5 bots e 5.000 mensagens/mês.

Site: http://motion.ai/

FlowXO – Grátis

Possui um plano simples para utilizar gratuitamente. É possível comprar módulos separados como, volume de interações ou maior número de bots (ou Fluxos ativos).

Site: http://flowxo.com/

Sequel – Grátis

Site: http://OnSequel.com

ChatClub – Grátis

Possui alguns módulos pagos, porém  possui um chatbot simples e no ar em apenas alguns minutos.

Site: http://ChatClub.me/

Outras ferramentas

Você deve ter notado que nesta primeira atualização estão apenas ferramentas grátis (de alguma forma) e de fácil instalação. Em breve este artigo será atualizado com novas ferramentas mais completas.

Você já conversou com um robô hoje?

Como demonstrei nesse artigo, é muito comum conversarmos com robôs pela internet, e isso será cada vez mais comum. Sua empresa já está utilizando robôs para atender seus clientes? O que você já leu sobre este tema? Deixe nos comentários e vamos construir uma conversa (entre pessoas) sobre os robôs.


Veja uma demonstração de robô que criei para pizzaria, onde você pode pedir uma pizza e receber esse pedido rapidamente em seu sistema.


Ganhe Leads e Distribua seu Conteúdo Através dos Chatbots

Você utiliza alguma ferramenta de Automação de Marketing como, RD Station, HubSpot ou Mautic? Sabia que é possível utilizar esses robôs para transformar seus seguidores em Leads e incluir eles dentro do seu fluxo de automação nessas ferramentas?

Atualmente estou desenvolvendo um robô para a minha página, que trará algumas funções que possam ser enriquecedoras para o mercado, assim como também distribuir com conteúdos que eu público em meu blog. Ele estará totalmente integrado à ferramenta que venho utilizando para trabalhar minha automação de marketing (o Mautic).

Como acredito que esta possa ser uma função interessante, não apenas para a minha página como para o seu negócio, estou abrindo este espaço para que você possa enviar suas dúvidas e trabalharmos em um Chatbot para sua empresa que esteja totalmente integrado ao seus fluxos de marketing.
Para isso, basta preencher o formulário abaixo que entrarei em contato com você o quanto antes.

 

 

Amante de tecnologia e interatividade desde pequeno, não pode ver uma LED piscando que quer entender o por que. Profissional de Marketing e Comunicação Digital desde 2011 já tendo atuado em diversos projetos, reconhecido principalmente pelo conteúdo que compartilha e debates em que participa.
Reconhecido em 2016 como uma das principais referências em Facebook Ads no Brasil.

Deixe seu comentário

comentários